Home / Notícias / Mais de 300 prefeitos se reuniram com deputados federais em defesa das causas municipalistas!
Mais de 300 prefeitos se reuniram com deputados federais em defesa das causas municipalistas!

Mais de 300 prefeitos se reuniram com deputados federais em defesa das causas municipalistas!

23244398_1289070897905139_9151233395640947285_n 23316392_1289070557905173_2348979157207999121_n 23319032_1289072301238332_5659326483073675325_n 23434969_1289071134571782_3016572434342913933_n

A grave crise econômica vivida pelas prefeituras motivou mais de 300 prefeitos e 200 vereadores a participarem da reunião “Mobilização em Defesa da Pauta Prioritária dos Municípios Mineiros” com a bancada mineira de deputados federais, convocada pela Associação Mineira de Municípios (AMM), nesta segunda-feira (6 de novembro), no auditório do CREA-MG, em Belo Horizonte. Os representantes dos municípios mineiros se mostraram preocupados e à beira de um colapso no atendimento e na infraestrutura, sem saber como vão pagar o décimo terceiro salário, entre outras demandas. Ao Governo Federal, os gestores clamam por mais recursos, e ao Estadual, a quitação dos débitos com os municípios, que alcança a cifra de R$ 3 bilhões.
Na pauta da reunião, constavam os pedidos de aprovação de Emendas Constitucionais para tornarem mais justa a distribuição de recursos aos municípios. Entre os objetivos do encontro, destaca-se o de solicitar aos deputados federais e estaduais que pressionem o governo federal para garantir mais recursos aos cofres municipais. Eram esperados 23 parlamentares, mas apenas 11 estiveram presentes e nenhum senador compareceu ao evento. O vice-presidente da Câmara, deputado Fábio Ramalho, justificou que colegas faltaram porque houve sessão extraordinária em Brasília.
Para o prefeito de Campo Florido, Renato Soares de Freitas, Renatinho, o encontro foi bastante positivo, e a expectativa agora é que o governador cumpra seus compromissos com os municípios. “Colocamos aqui a real situação dos municípios mineiros para que os deputados federais possam levar isso até ao governador. Estamos vivendo momentos difíceis com esse corte no ICMS e com a falta de alguns repasses do governo do estado. A preocupação é grande, pois no nosso em Campo Florido, quero continuar mantendo as nossas contas em dia”, frisou Renatinho.

Comentar

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*